SINAL DE VÍDEO NÃO STANDARD

enciclopedia-image

Os sinais de vídeo não standard podem ser uma combinação de: frequência não-standard, resoluções não-standard ou varrimento progressivo.

FREQUÊNCIA NÃO STANDARD

Os sinais de vídeo que não se ajustam a nenhum dos standards descritos anteriormente não podem ser interpretadas por uma frame grabber convencional com circuitos de codificação standard. As câmaras que utilizam esse tipo de sinais são as câmaras de alta velocidade ou de alta resolução ou as câmaras que se ativam mediante um “trigger” ou captura assíncrona.

RESOLUÇÕES NÃO-STANDARD

Atualmente surgiu um grande número de câmaras com maior resolução do que a standard, ou seja, com mais pixels. O sinal CCIR, uma vez digitalizado, permite obter resoluções de 768 x 576 pixels, enquanto as novas câmaras, denominadas megapixel, podem alcançar resoluções de até 22 Megapixels (5300 x 4000). Este tipo de câmaras é mais frequentemente utilizado em aplicações de medidas de precisão.

VARRIMENTO PROGRESSIVO

O termo varrimento progressivo significa que toda a imagem, e não só a metade dela, se acumula simultaneamente no mesmo instante. O resultado é uma resolução vertical completa em formato de vídeo não entrelaçado. Desta forma é possível capturar objetos em movimento com a máxima resolução sem o efeito de desenfoque.